Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
1
2
3
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
28
29
30
31
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Quem Somos > Equipa > Staff
imprimir

Staff
Conheça as pessoas que fazem parte da equipa da SPEA.
Nota: onde está [arroba], deve-se escrever @.


Domingos Leitão - Diretor Executivo
Domingos Leitão, nasceu em 1968, é Doutorado em Ecologia e Biossistemática pela Universidade de Lisboa. É sócio fundador da SPEA e atual Diretor Executivo, depois de ter desempenhado durante 14 anos os cargos de Coordenador de projectos e Coordenador do Departamento de Conservação Terrestre. Antes trabalhou no Instituto da Conservação da Natureza, na Liga para a Proteção da Natureza e no Ministério da Educação. Na SPEA coordenou de projectos LIFE, foi responsável pelos programas de monitorização das IBAs e de aves terrestres e por assuntos de conservação relacionados com agricultura, caça e floresta. Esteve também envolvido no programa de actividades para os sócios e no desenvolvimento do Turismo Ornitológico em Portugal.
E-mail: domingos.leitao@spea.pt

Departamento Administrativo e Financeiro

Nuno Gonçalves - Técnico Financeiro
Nascido no Estoril, formou-se em Gestão na Universidade Autónoma de Lisboa. É também contabilista certificado, membro nº 83159 da Ordem. Conta com 17 anos de experiência em contabilidade, controlo financeiro e gestão em companhias como a Carrefour Portugal, Schindler e Vodafone. Participou em projetos de solidariedade social e fez voluntariado em projetos de conservação ambiental na Câmara Municipal de Cascais.
E-mail: nuno.goncalves@spea.pt

Susana Alves - Assistente Administrativa
Nascida em 1977, natural de Lisboa, licenciou-se em Antropologia Social em 2003 pelo ISCTE. Atualmente integra o departamento administrativo/financeiro da SPEA, dando apoio à área financeira, loja e gestão de sócios. Tem uma experiência profissional variada e gosto pela natureza e animais em geral. Colaborou pela 1ª vez com a SPEA entre 2006 e 2008.
E-mail: susana.alves@spea.pt

Marta Leocádio – Assistente Administrativa
Terráquea desde 1981, nascida do lado de lá do Marão, na bela cidade de Amarante, sente-se feliz quando pode contribuir para o crescimento e felicidade dos outros! Estudou Comunicação Social na Escola Superior de Educação – Politécnico de Setúbal,  e trabalhou em áreas tão diversas como Jornalismo, Marketing, Gestão de Redes Sociais, Gestão de Loja Online e Apoio ao Cliente. Está a viver um sonho de criança: trabalhar numa ONG de Ambiente para fazer a diferença e ajudar a transformar o mundo num local melhor do que aquele que encontrou. Com um gosto especial pelo contacto com o público, é responsável pela gestão da loja e base de dados de sócios da SPEA desde janeiro de 2016.
E-mail: marta.leocádio@spea.pt

Departamento de Comunicação

Joana Domingues – Técnica Principal de Comunicação e Marketing
Natural de Lisboa, licenciada em Comunicação Empresarial, pela Escola Superior de Comunicação Social em 2004, passou por várias áreas relacionadas com comunicação e turismo antes de assumir funções na SPEA. Para complementar a licenciatura em comunicação, tirou uma pós-graduação em Planeamento e Desenvolvimento de Produtos Turísticos, pela Escola Superior de Turismo do Estoril em 2005 e mais recentemente especializou-se em Marketing Digital. Trabalhar na área do ambiente e turismo de natureza continua a ser uma paixão e um desafio.
E-mail: joana.domingues@spea.pt

Sonia Neves – Técnica de Comunicação e Marketing
A paixão por partilhar histórias do mundo natural – de genes a grifos – é o fio condutor do seu percurso profissional. Licenciada em Biologia Aplicada aos Recursos Animais Terrestres pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e Mestre em Comunicação de Ciência pelo Imperial College London, conta mais de 10 anos de experiência em comunicação de ciência. Após 8 anos no departamento de comunicação do Laboratório Europeu de Biologia Molecular, para esta amante da natureza juntar-se ao departamento de comunicação da SPEA foi como voltar ao ninho.
E-mail: sonia.neves@spea.pt

.

Departamento de Cidadania Ambiental

Alexandra Lopes - Coordenadora do Departamento de Cidadania Ambiental
Nascida em 1972, é licenciada em Biologia Aplicada aos Recursos Animais – variante Terrestres, pela Universidade de Lisboa e Mestre em Gestão de Recursos Biológicos, pela Universidade de Évora, tendo também frequentado o primeiro ano do Mestrado em Gestão de Destinos Turísticos da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. Trabalha na SPEA desde 1999, tendo inicialmente assumido as funções de Diretora Administrativa. Atualmente, ocupa a posição de Coordenadora do Departamento de Cidadania Ambiental, tendo ainda a seu cargo a elaboração e dinamização de iniciativas de educação ambiental e sensibilização do público, a organização de saídas de campo e cursos para sócios, a realização de eventos como o Festival de Observação de Aves de Sagres, e a implementação de projetos relacionados com Turismo Ornitológico.
E-mail: alexandra.lopes[arroba]spea.pt


Carolina Bloise – Assistente de Gestão de Projetos
Natural de Sintra, nasceu em 1974. É Licenciada em Biologia Aplicada aos Recursos Animais pela Faculdade de Ciências de Lisboa, desde 1998, e Mestre em Gestão e Conservação de Recursos Naturais pela Universidade de Évora desde 2015. Fez estágio curricular em ecologia de mocho-galego na região de Castro Verde e participou em diversos projetos de censos e monitorização de aves, nomeadamente o Atlas das Aves Nidificantes, programa NOCTUA e Monitorização das Aves Planadoras no Barão de S. João (STRIX). Tem uma vasta experiência em Educação Ambiental. Colaborou como monitora em diversos locais - EVOA, Parques de Sintra, Tapada Nacional de Mafra e Jardim Botânico de Lisboa - e foi coordenadora de projetos de educação ambiental durante 5 anos no CEAI. Mais recentemente foi docente da Licenciatura em Ensino Básico na ESEI Maria Ulrich. Integrou a equipa da SPEA em Abril de 2018 como Assistente de Gestão de Projetos do Departamento de Cidadania Ambiental.
E-mail: carolina.bloise@spea.pt

Paula Lopes - Técnica de Ambiente - Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena
É natural de Lisboa, licenciada em Biologia pelo Instituto Superior de Agronomia e mestre em Biologia da Conservação pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Frequentou a Université Pierre et Marie Curie – Paris VI ao abrigo do programa Erasmus. Colaborou pela primeira vez com a SPEA em 2014, num estudo preliminar sobre o abate e captura ilegal de aves em Portugal. Integrou o departamento de Cidadania Ambiental da SPEA em fevereiro de 2016, desenvolvendo o seu trabalho no Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena, em Sesimbra.
E-mail: paula.lopes[arroba]spea.pt


Alicia Salido – Voluntária do Programa de Serviço Voluntário Europeu / Erasmus+
Nascida em Madrid em 1987. Graduada em Ciências Ambientais na Universidade de Castilla –La Mancha e em 2013 finalizou o mestrado em Gestão e Restauração em Ambiente Natural na Universidade de Alicante. Tem trabalhado na área de educação ambiental colaborando com várias empresas e participado em inúmeras atividades voluntárias, onde realizou censos de algumas espécies de aves ameaçadas. Desde Abril de 2018 que dá apoio aos Departamentos de Cidadania Ambiental e Conservação Terrestre (ex. Life Rupis) ao abrigo do Programa de Serviço de Voluntariado Europeu, numa parceria da SPEA com as associações SPIN e Mundus, financiada pelo Programa Erasmus+ da União Europeia.



Departamento de Conservação Terrestre


Joaquim Teodósio - Coordenador do Departamento de Conservação Terrestre
Natural de Lisboa. Licenciado em Biologia Aplicada aos Recursos Animais em 2000, pela Faculdade de Ciências de Lisboa. Desde 1996 que tem participado, a nível voluntário e profissional, em diversos projetos de conservação e investigação, trabalhando principalmente com aves, mamíferos e bivalves de água doce. Colaborador voluntário regular da SPEA desde 1998, foi seu representante no Centro de Acolhimento em Esposende para aves afetadas pelo desastre do Prestige. De 2004 a 2008 coordenou o Projeto LIFE Priolo, na Ilha de São Miguel, nos Açores e de 2009 a 2013 coordenou o Projeto LIFE+ Laurissilva Sustentável.Nesse âmbito integrou a equipa responsável pela Carta Europeia de Turismo Sustentável para as Terras do Priolo atribuida pela Europarc em 2012. Até 2016 coordenou o LIFE+ Terras do Priolo em São Miguel bem como o desenvolvimento das restantes atividades da SPEA nos Açores abrangendo diversos projectos de conservação, recuperação e divulgação de espécies de aves e seus habitats. Desde o início de 2017 que é o coordenador do Departamento de Conservação Terrestre da SPEA incluindo o projecto LIFE Rupis para a conservação sustentável de espécies ameaçadas no Douro Internacional.
E-mail: joaquim.teodosio[arroba]spea.pt


Julieta Costa - Técnica de Conservação
Natural de Lisboa, tirou a licenciatura em Biologia na FCUL, em 1989 e Mestrado em Ciências das Zonas Costeiras na Universidade de Aveiro, em 1995, tendo experiência de consultadoria em Estudos de Impacte Ambiental, Monitorizações ou Planos de Ordenamento de Áreas Protegidas. Atualmente é técnica do projeto LIFE Rupis, e colabora em outros temas, como impacte das Linhas Elétricas, censo de milhafre-real invernante, etc.
E-mail: julieta.costa[arroba]spea.pt


Hugo Sampaio - Técnico de Conservação
Nascido em Coimbra em 1983. Em 2006 terminou a sua Licenciatura em Biologia na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Desde então trabalhou na SPEA na monitorização da população do priolo; avaliação do impacto da interação entre as aves e as linhas elétricas dos Açores; monitorização e redução da presença de aves nos aeroportos da Horta e Francisco Sá Carneiro; Atlas das aves invernantes e migradoras de Portugal; III Atlas das aves nidificantes de Portugal; Conservação do Parque Natural d'Obô e das espécies de aves Criticamente em Perigo de extinção de São Tomé e Príncipe. Ao longo deste período também liderou excursões para observação de aves em Portugal continental e Açores, Espanha e São Tomé e Príncipe.
E-mail: hugo.sampaio[arroba]spea.pt


Vanessa A. Oliveira - Assistente de Gestão de Projetos & Educação Ambiental
Nascida em 1976, é licenciada em Biologia Aplicada aos Recursos Animais Terrestres pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e pós-graduada em Turismo de Natureza e em Biologia da Conservação, estando a frequentar Mestrado em Comunicação de Ciência. Tem desenvolvido a sua atividade em investigação e conservação de aves e mamíferos, e nas áreas da educação, formação, comunicação (e tradução) em ciência, biodiversidade, ambiente e ecoturismo, colaborando com diversas entidades. Trabalha na SPEA desde junho 2005, tendo passado pelos Departamento de Cidadania Ambiental (2005, 2007-2015) e de Conservação Terrestre (2006, 2016-). Atualmente, coordena a componente de educação ambiental do Life Rupis, a organização do Festival ObservArribas e de apoio à administração do projecto Life Rupis. Colabora ainda na Comissão Editorial da revista Pardela, que coordenou entre 2011 e 2017, e na gestão do Programa de Voluntariado, entre outras atividades.
E-mail: vanessa.oliveira@spea.pt

Rui Machado - Técnico de Conservação
Natural de Coimbra, é licenciado em Biologia (2012) e mestre em Ecologia (2014) pela Universidade de Coimbra. Desenvolveu trabalho de investigação em ecologia trófica no âmbito da sua tese de mestrado, no montado alentejano. Em 2015 participou num projecto de monitorização de mortalidade de aves e quirópteros no parque eólico da Tocha. Após este período esteve em Munique, onde esteve envolvido no projecto de ecologia comportamental “Tierisches München”. Desde 2012 que tem participado regularmente em sessões de anilhagem científica de aves, tendo credencial de aprendiz desde 2016. Integrou o departamento de conservação terrestre em julho de 2016, no âmbito do Protocolo Avifauna e Linha Eléctricas, desempenhando funções também no Life Rupis e no Atlas das Aves Nidificantes de Portugal.
E-mail: rui.machado[arroba]spea.pt


Nerea - Voluntária do Programa de Serviço Voluntário Europeu / Erasmus+
Nascida em 1994 em Valência, Espanha, formou-se em Biologia pela Universidade de Valência em 2016 e concluiu os estudos do Mestrado em Gestão da Fauna Silvestre na Universidade de Múrcia em 2017. Actualmente beneficia de uma bolsa de estudos do Serviço de Voluntariado Europeu na SPEA até maio de 2019. Financiamento: SVE, Projecto Change plus, com financiamento da Comissão Europeia.



Departamento de Conservação Marinha

Joana Andrade - Coordenadora do Departamento de Conservação Marinha
Natural de Vila Franca de Xira, nasceu em 1977. É licenciada em Biologia Aplicada aos Recursos Animais Terrestres pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa desde 2001, e pós-graduada em Ciência e Sistemas de Informação Geográfica pelo Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação desde 2011. Fez estágio curricular sobre fenologia e seleção de habitat de aves aquáticas no estuário do Tejo e, no estuário do Sado, trabalhou na área da disponibilidade alimentar das salinas para as aves aquáticas. Trabalhou como técnica de Educação Ambiental num projeto da Fundação da Criança e como técnica Turismo Ornitológico num projeto desenvolvido pela SPEA em parceria com a CAP. Em 2008 integrou a equipa do Programa Marinho, coordenando os programas de monitorização de aves marinhas e costeiras, o projeto FAME (Future of the Atlantic Marine Environment) e o projeto Life+ MarPro (Conservação de Espécies Marinhas Protegidas de Portugal Continental). Atualmente coordena o projeto Life+ Berlengas.
E-mail: joana.andrade[arroba]spea.pt

Pedro Geraldes - Técnico Principal de Conservação Marinha
Licenciado em Biologia Aplicada aos Recursos Animais. Desde há vários anos que se dedica à Conservação da Natureza e a trabalhos de recuperação de espécies e habitats ameaçados. Colabora com a SPEA desde 2001 e, como técnico do programa marinho, participou em vários projectos de divulgação e conservação e especializou-se em aves marinhas, habitats insulares e espécies invasoras. Desde 2013 dá apoio ao projecto Berlengas e coordena um projecto de implementação do plano de gestão da Reserva Marinha de Santa Luzia em Cabo Verde, realizado em parceria com a ONG Local Biosfera I e a Direcção Nacional do Ambiente.
» Publicações

E-mail:
pedro.geraldes[arroba]spea.pt



Pedro Correia Rodrigues - Técnico de Gestão de Dados & Cartografia
Nascido em 1979, no Porto, é licenciado em Biologia Aplicada pela Universidade do Minho, mestre em Gestão e Conservação da Natureza pela Universidade do Algarve e doutorado em Biologia pela Universidade de Aveiro. Os interesses de investigação e conservação, primordialmente direccionados para aves marinhas, prendem- se com a ecologia espacial, modelação de distribuições e seguimento remoto de diversas espécies alvo. Possui experiência profissional em projectos de investigação, de conservação e em consultoria ambiental. No âmbito do projecto Life+ MarPro, esteve activamente envolvido no processo de definição da Rede Natura 2000 em meio marinho, em Portugal continental. Ao longo dos anos trabalhou no ICN, na SPVS, na Universidade do Minho e foi bolseiro de investigação da FCT. Integrou o staff da SPEA em 2003-2004, como Assistente do Projecto Linhas Eléctricas e Aves, e, desde 2016, é responsável pela gestão de bases de dados e cartografia. Actualmente, é também Assistente Convidado (a tempo parcial) na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto.
E-mail: pedro.rodrigues[arroba]spea.pt


Nuno Oliveira - Técnico de Conservação Marinha
Licenciado em Biologia Ambiental pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa em 2007. O interesse por ecologia e a vontade em alargar os seus horizontes cognitivos levou-o a sair de Portugal. Em 2008 realizou o Mestrado em Ecologia e Gestão Ambiental na Universidade de Varese, em Itália, através do programa ERASMUS pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. No início de 2009 viajou para a Austrália, onde realizou trabalho de voluntariado no projeto Shorebirds 2020 para a Birds Australia. Em 2009/10 ingressou na SPEA ao abrigo do programa Estagiar_L como assistente no projeto LIFE Ilhas Santuário para as Aves Marinhas. Atualmente, integra a equipa do projeto LIFE MarPro, dentro do Programa Marinho.
E-mail: nuno.oliveira[arroba]spea.pt



Isabel Fagundes - Técnica de Conservação Marinha
Natural da Madeira e licenciada em Biologia pela Universidade da Madeira, em 2002. O interesse pelas aves surgiu em 1999 e o seu percurso profissional está diretamente relacionado com a avifauna, através da colaboração e participação em diversos projetos de monitorização e conservação. Desde 2004 até 2015 foi coordenadora da delegação da SPEA na Madeira e entre 2013 e 2015 também coordenou o Projeto LIFE Fura-bardos. Desde maio de 2015 que dá apoio ao Departamento de Conservação Marinha, com especial enfoque ao LIFE Berlengas.
E-mail: isabel.fagundes[arroba]spea.pt


Ana Almeida - Técnica de Conservação Marinha
Licenciada em Biologia Marinha e Pescas pela Universidade do Algarve, começou a trabalhar com aves em 2004, com a andorinha-do-mar-anã na Ria Formosa. Continuou o seu percurso como bolseira de investigação em diferentes projectos sobre a ecologia de aves marinhas em locais tão remotos como as Ilhas Selvagens ou as Falkland. Especializou-se em Ecologia e conservação, focando a sua tese de mestrado na ecologia alimentar da gaivota de patas amarelas na Ilha da Berlenga. Recentemente trabalhou como técnica de conservação marinha para a RSPB no Reino Unido. Colaborou com a SPEA como observadora de pescas em 2012, e desde Setembro 2015, que integra a equipa do Departamento Marinho, trabalhando na área das pescas, capturas acidentais de aves marinhas e política do mar, no âmbito do projecto Life Berlengas. 
E-mail: ana.almeida[arroba]spea.pt


Mónica Costa - Assistente de Gestão de Projetos
Nascida em 1985 em Lisboa. Terminou a licenciatura em Biologia Ambiental, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, em 2007. Fez mestrado integrado em Biologia da Conservação e o gosto pela divulgação e educação ambiental levou-a a trabalhar, em part-time, na Tapada Nacional de Mafra como guia. Trabalhou também em gestão de projectos, no Núcleo de Investigação sob Contrato da Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, entre 2010 e 2017, tendo desenvolvido competências nas áreas administrativas e financeiras. Por gosto e vontade, fez o Mestrado de Comunicação de Ciência, na Universidade Nova de Lisboa, em 2015. Em 2014, tornou-se voluntária da SPEA, integrando a comissão editorial da revista Pardela, tendo colaborado sobretudo na revisão de artigos. Integrou a equipa do Departamento Marinho, em 2017, como Assistente de Gestão de Projectos.
E-mail:
monica.costa[arroba]spea.pt



Jesús Martinez - Técnico de Conservação Marinha
Nascido em 1990 em Las Hurdes, Espanha, graduado em Ciências Ambientais e Técnico em Gestão dos Recursos Naturais. Começou na conservação  em 2007 com a monitorização de aves em migração no Estreito de Gibraltar e continuou com diferentes projetos de voluntariado e cooperação na América Latina e em África. Em 2016 começou a colaborar com a SPEA como estagiário do Serviço de Voluntariado Europeu. Atualmente é Técnico de Conservação no projeto de Restauração da Reserva de Santa Luzia, com especial participação nas ações de controlo de mamíferos invasores.
E-mail: jesus.martinez[arroba]spea.pt



Joana Bores Ramirez - Técnica de Conservação Marinha
Natural de Palencia, Espanha, nasceu em 1991. Licenciou-se em Biologia em 2014 na Universidade de Salamanca, e em junho de 2017 finalizou o mestrado em Biologia marinha na Universidade de Vigo. Começou a colaborar com a SPEA em junho do 2016 no âmbito da sua tese de mestrado “Estimação da densidade da população do painho-de-monteiro mediante a bioacustica”. Em junho de 2017 juntou-se ao Departamento de Conservação Marinha ao abrigo do Programa de Serviço de Voluntariado Europeu. Atualmente dá apoio ao Departamento de Conservação Marinha, com especial enfoque ao Life Berlengas.
E-mail: joana.bores[arroba]spea.pt



Elisabete Silva – Observadora de pescas no Departamento de Conservação Marinha
É natural de Amarante, licenciada em Biologia pela Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro e realizou o Mestrado em Biologia Marinha na Universidade de Aveiro. A sua tese teve como tema “Contribuição para o estudo da biologia reprodutora da galheta, Phalacrocorax aristotelis, no arquipélago das Berlengas”. Colaborou com a SPEA, como voluntária, no projeto LIFE Berlengas em 2015 e fez parte do programa POPA (Programa de Observação para as Pescas dos Açores) durante a safra de 2016. A partir de Setembro de 2016 começou a trabalhar como observadora de pescas no âmbito do projeto LIFE Berlengas.
E-mail: elisabete.silva.spea[arroba]gmail.com


.

Tânia Nascimento - Estagiária no Departamento de Conservação Marinha
Natural de Viseu, é licenciada em Biologia pela Universidade de Aveiro desde 2016 e encontra-se a realizar o mestrado em Ecologia Aplicada pela mesma universidade. Colaborou com a SPEA, no âmbito do seu estágio curricular, no projeto Life Berlengas durante 2015/16, onde estudou a população de rato-preto da ilha da Berlenga. Atualmente, no mesmo projeto, encontra-se a desenvolver a sua tese de mestrado intitulada “Competição, ameaça ou benefício - Qual o papel da pesca comercial na conservação da população de galheta (Phalacrocorax aristotelis) do arquipélago das Berlengas?”.
E-mail: tania.nascimento.spea[arroba]gmail.com



SPEA Açores

Rui Botelho – Coordenador SPEA Açores (Conservação terrestre)Licenciado em Biologia pela Universidade dos Açores em 2003 e Mestre em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental pela Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa em 2007. Desde 2001 tem participado em diversos projetos, tendo trabalhado principalmente na área de ordenamento do território e Estudos de Impacte Ambiental. Entre 2006 e 2007 foi Membro da equipa da Unidade de Saúde Ambiental do IMP – Faculdade de Medicina /Universidade de Lisboa. Em 2007 iniciou a sua ligação com a SPEA como técnico de conservação, tendo sido responsável por ações de restauro de habitats e espécies, desenvolvimento de novas metodologias de controlo de plantas invasoras, monitorização da evolução dos habitats naturais. Atualmente coordena o departamento da SPEA nos Açores, sendo também o coordenador do projeto LIFE+ Terras do Priolo.
E-mail: rui.botelho[arroba]spea.pt


Azucena de la Cruz – Coordenadora SPEA Açores (Conservação Marinha e Cidadania)
Licenciada em Ciências do Ambiente pela Universidad Rey Juan Carlos de Madrid em 2005 com especialidade de Gestão e Conservação da Natureza. Em 2006, começou a trabalhar na SPEA através de um estágio profissional no Projeto LIFE Priolo, em que realizou o Estudo dos Benefícios Socioeconómicos fornecidos pela ZPE Pico da Vara/ Ribeira do Guilherme. Coordenou o Centro Ambiental do Priolo desde a sua abertura em 2007 e também a adesão das Terras do Priolo à Carta Europeia de Turismo Sustentável, desde 2011. Atualmente, coordena o departamento da SPEA no arquipélago dos Açores com especial atenção às componentes de conservação marinha e cidadania.
Publicações
E-mail: azucena.martin[arroba]spea.pt


SPEA Açores - Conservação Terrestre


Filipe Figueiredo - Técnico de Conservação
Natural de Manteigas, licenciado em 2007 em Eng.ª Agronómica - Ramo Florestal pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco. No início de 2008 até agosto de 2009, trabalhou na Associação Transumância e Natureza com sede em Figueira de Castelo Rodrigo, responsável por uma ZIF (Zona de Intervenção florestal), viveiros, plantações e da gestão florestal. Desde outubro de 2009, é responsável pela coordenação de todos os trabalhos relacionados com os viveiros de produção de plantas nativas, situados no concelho de Nordeste. No presente projeto, é responsável pelos viveiros, desde a sua gestão, manutenção e divulgação, sendo igualmente responsável pelas ações de restauro de habitats levada a cabo pelo projeto na ZPE Pico da Vara / Ribeira do Guilherme.
E-mail: filipe.figueiredo[arroba]spea.pt



Rúben Coelho - Técnico de Conservação
Natural de Angra do Heroísmo (Açores), é licenciado em Guias da Natureza pela Universidade dos Açores desde 2011, e possui o mestrado em Gestão e Conservação da Natureza, pela mesma instituição. Realizou um estudo em colaboração com o Grupo de Biodiversidade dos Açores da UAç, sobre o impacto da ondulação sobre a Flora Costeira Nativa. Posteriormente, participou no Estado Federal do Acre, num estágio intensivo sobre Ecologia de Floresta Amazônica. Atualmente é revisor regional do eBird para dos Açores e um dos administradores do Website Aves dos Açores. Em 2012 iniciou a sua ligação com a SPEA como técnico de conservação, sendo responsável por ações de monitorização de fauna no Projeto LIFE+ Terras do Priolo, como também coordena vários esquemas de monitorização de aves nos Açores.
E-mail: ruben.coelho[at]spea.pt


Tarso Costa - Técnico de Gestão de Dados & Cartografia
Licenciado em Ciências Biológicas (2006) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, obteve os títulos de Mestre (2008) e de Doutor (2012) em Biologia Marinha pela Universidade Federal Fluminense. Dedica-se à investigação científica sobre dinâmica de populações e ecologia de invertebrados marinhos bentónicos. Desde 2007 desenvolve projetos pedagógicos sobre Ensino de Ciências e Divulgação Científica. Foi professor (Ensino Superior e Secundário-Técnico) no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca entre 2013 e 2014, onde lecionou as disciplinas Ciências Ambientais e Biologia. Nos anos de 2015 e 2016 foi investigador de pós-doutoramento na Universidade dos Açores. Em 2018 trabalhou como gestor de Projetos Europeus no Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, Governo dos Açores. Atualmente é Técnico de Conservação da SPEA e responsável pela monitorização de parâmetros físicos, físico-químicos e biológicos das linhas de água no âmbito do Projeto Life Terras do Priolo.
E-mail: tarso.costa[arroba]spea.pt



SPEA Açores - Conservação Marinha


Carlos Silva - Técnico de Conservação – Projeto LuminAves
Possui um mestrado em Engenharia Florestal pelo Instituito Politécnico de Castelo Branco.. Trabalhou como engenheiro florestal na formação de equipas florestais, elaboração de projetos, estudos de impacto ambiental e no atlas nacional de Cegonha-negra. Desde 2006, foi assistente do projeto do LIFE Priolo e Laurissilva Sustentável sendo  responsável pela operacionalidade técnica do projeto no controlo de invasoras (assistentes de campo, voluntários e estagiários). Em 2010, ingressou na equipa técnica do Projeto LIFE "ilhas santuários para aves marinhas" responsável pela restauração ecológica habitats de aves marinhas e monitorização de aves marinhas. Em 2013, integra a nova equipa do projeto LIFE "Terras do Priolo" onde é responsável pela monitorização ambiental do Ilhéu de Vila Franca do Campo e da ZPE Pico da Vara/Ribeira do Guilherme. Em 2017 tornou-se técnico de conservação marinha participando nos projetos LuMinAves, MISTIC SEAS II e LIFE EuroSAP.
E-mail: carlos.silva[arroba]spea.pt


Tânia Pipa - Técnica de Conservação – LuminAves, MISTIC SEAS II e Pós-Projeto LIFE "Ilhas Santuário para as aves marinhas"
Licenciou-se em Biologia Marinha na Universidade do Algarve, na qual efetuou também, o Mestrado em Biologia Marinha com especialização em Pescas e Aquacultura. Chegou aos Açores em 2010 para colaborar no Programa de Observação para as Pescas dos Açores. E em 2011 integrou a equipa da SPEA, no Projeto LIFE "Ilhas Santuário para as Aves Marinhas" na ilha do Corvo, sendo responsável pela manutenção e gestão das ações Pós Projeto LIFE na ilha do Corvo. Tem vindo a colaborar nos vários projetos de conservação de aves marinhas nos Açores, nomeadamente, LIFE EuroSAP (definição do Plano de Ação para o painho-de-monteiro),  MISTIC SEAS no âmbito da Diretiva Quadro Estratégia Marinha. Atualmente é técnica do projeto LuMinAves (mitigação do impacto da poluição luminosa sobre as populações de aves marinhas) e do projeto MISTIC SEAS II (implementação das monitorizações das aves marinhas no âmbito do 2ºciclo da Diretiva Quadro Estratégia Marinha).
E-mail: tania.pipa[arroba]spea.pt


Bárbara Martinez - Técnica de Conservação - Pós-projeto LIFE "Ilhas Santuário para as aves marinhas"
Nascida em 1984 é natural de Barcelona. Licenciou-se em Biologia com especialização em Ecologia terrestre na Universidade Autónoma de Barcelona. Depois de um estágio no Brasil, realizou em 2014 o Mestrado em Gestão e Conservação da Biodiversidade na Universidade de Barcelona. Em 2015 fez parte da equipa da SPEA através do Programa Eurodissea na ilha do Corvo, dando apoio aos trabalhos realizados no âmbito do Plano de Ação Pós-Projeto LIFE "Ilhas Santuário para as Aves Marinhas", onde colabora até hoje, tendo como principal responsabilidade a manutenção e monitorização das áreas de intervenção, Reserva Biológica do Corvo e viveiro para a produção de espécies nativas.
E-mail: ambrosbarbara[arroba]gmail.com

SPEA Açores - Centro Ambiental do Priolo

58
Ana Mendonça - Técnica de Educação Ambiental - Centro Ambiental do Priolo
Nascida na Ilha da Madeira em 1982, é licenciada em Biologia pela Universidade do Porto tendo concluído o Mestrado em Biodiversidade, Genética e Evolução em dezembro de 2009. Realizou diversas colaborações, nomeadamente com o Parque Natural da Madeira, no âmbito do Projeto de Proteção à Foca-monge, na Reserva Natural das Ilhas Desertas. Mais tarde em 2010, esteve a trabalhar numa empresa de biotecnologia – Biopol – como assistente de investigação no estudo do impacto das populações de pinípedes nas espécies economicamente importantes de teleósteos na Islândia. Em 2011, integrou a equipa da SPEA no projeto Linhas Elétricas e Avifauna dos Açores como estagiária. Atualmente, é a técnica responsável pela gestão do Centro Ambiental do Priolo na ilha de São Miguel e desenvolve ações de sensibilização e educação ambiental do projeto LIFE+ Terras do Priolo.
E-mail: ana.mendonca[arroba]spea.pt

Andreia Amaral - Assistente de Gestão de Projetos & Educação Ambiental - Centro Ambiental do Priolo
Nasceu a 23 de julho de 1983 e é natural do Faial da Terra, concelho de Povoação. Licenciou-se em Jornalismo, pela Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, em 2007. Fez o Programa Estagiar L na Revista SABER Açores pouco depois de ter terminado o curso, tendo permanecido por mais 9 meses nessa mesma empresa. Em maio de 2009, trabalhou como Ajudante de Lar e Centro de Dia no Lar Maria Clara do Menino Jesus na Povoação e em junho de 2010 foi locutora da Rádio Nova Cidade, na Ribeira Grande. Entrou para a SPEA em abril de 2011, como Assistente Administrativa e Comunicação Social do projeto LIFE Laurissilva Sustentável. Em 2013, passou a Assistente Técnica do Centro Ambiental do Priolo e mantém as funções de assistente administrativa e Comunicação Social do Projeto LIFE+ Terras do Priolo.
E-mail: andreia.amaral[arroba]spea.pt




Equipa Operacional


José Pacheco - Assistente Operacional Principal
Nasceu a 1 de dezembro de 1969. É responsável pela logística de atuação da equipa operacional dos trabalhos de gestão de habitat desde 2005, tendo orientado os trabalhos desta equipa durante os projetos LIFE Priolo, LIFE Laurissilva Sustentável e, atualmente, LIFE Terras do Priolo.



João Monte - Assistente Operacional Principal
Nasceu a 11 de Dezembro de 1979. Iniciou a sua ligação à SPEA em 2013 sendo atualmente co-responsável pela logística de atuação da equipa operacional dos trabalhos de gestão de habitat desde 2016, orientando os trabalhos da equipa de campo no projeto LIFE+ Terras do Priolo especialmente nas vertentes de trabalhos em altura e construção de estruturas de engenharia natural.


Elementos da equipa operacional: Hildeberto Correia, André Fernandes, António Pimentel, Armando Silva, Vítor Costa, José Aguiar, Tibério Arruda, Mário Mendonça, Mário Simas, Marco Braga, Hélder Pacheco, José Costa, Rafael Medeiros.


SPEA Madeira


Cátia Gouveia – Coordenadora SPEA Madeira
É natural do Funchal e licenciou-se em Biologia, ramo Ambiental e Evolução, pela Universidade dos Açores, em 2007. No decorrer do curso colaborou em diversos projetos maioritariamente relacionados com a avifauna. Efetuou a tese de estágio com Pterodroma feae, nas Ilhas Desertas. Em janeiro de 2008, iniciou um estágio profissional a SPEA Açores. Integrou a equipa da SPEA Madeira, em 2009, colaborando em vários projetos de conservação. Desde 2015 é coordenadora da delegação da Madeira e do Projeto LIFE Fura-bardos.
E-mail: catia.gouveia[arroba]spea.pt



Laura Castelló Barceló - Técnica de Conservação
Natural de Banyeres de Mariola, Espanha, licenciou-se em Biologia em 2009 na Universidade de Valência. Em 2008 realizou Erasmus na Faculdade de Ciências de Lisboa e em 2011 estagiou no Parque Natural da Madeira no projeto Life Ilhéus do Porto Santo. Em Março de 2012 iniciou a sua colaboração com a SPEA Madeira como voluntária, e a partir de Outubro de 2013, como assistente de projetos.
E-mail: laura.castello[arroba]spea.pt








Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com