Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Novembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
1
3
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
27
28
29
30
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Participar > Grupos de Trabalho > Águia-de-bonelli
imprimir

Águia-de-bonelli
Grupo de Trabalho em águia-de-bonelli (GTAB)
Foi formado em 2011 e resulta do interesse de um conjunto de sócios da SPEA no estudo e conservação da águia-de-bonelli (Aquila fasciata). O grupo pretende acompanhar a população da espécie em Portugal, identificar os fatores de ameaça e perturbação nos seus territórios e criar ferramentas que permitam a compatibilização das atividades humanas com a sua conservação, particularmente em ambiente periurbano.

O GTAB surgiu na sequência do censo e monitorização anual da população desta espécie na região Oeste. Este trabalho tem sido efetuado em regime de voluntariado desde 2007 e foi apoiado cientificamente, entre 2007 e 2010, pela coordenação do Projeto LIFE Natureza “Conservação de Populações Arborícolas de Águia de Bonelli em Portugal (LIFE06 NAT/P/000194)” (2006-2011).


Principais objetivos
- Censo e monitorização anual da população de águia-de-bonelli na região Oeste;
- Estudo da ecologia da águia-de-bonelli na região Oeste;
- Promoção da conservação ativa da águia-de-bonelli e do seu habitat em Portugal, em particular na região Oeste, através de:
a. Identificação de fatores de ameaça e perturbação nos seus territórios;
b. Acompanhamento interventivo das situações que conduzam a impactos significativos sobre a espécie e seu habitat;
c. Fomento do diálogo e sensibilização da população e entidades com competência na conservação da espécie, com vista à prevenção, diminuição e/ou eliminação dos fatores de ameaça e perturbação.


A águia-de-bonelli em Portugal
É uma espécie “Em perigo” em Portugal, de conservação prioritária na União Europeia, ao abrigo da Diretiva Aves. É rara no nosso país, com uma população reprodutora nacional constituída por 116 a 123 casais, de distribuição descontínua e heterogénea. Os núcleos de maior densidade localizam-se no Nordeste Transmontano e no Sudoeste Serrano e planícies adjacentes da bacia do Baixo Guadiana (Alentejo/Algarve), ocorrendo a restante população ao longo da bacia do Tejo Internacional e de forma dispersa pelo Alentejo setentrional e central e Estremadura (região Oeste, Arrábida e estuários do Tejo e Sado).


A população arborícola do Sul de Portugal
A população de águia-de-bonelli do Sul de Portugal (Alentejo, Algarve e Estremadura) apresenta especial relevância em termos de conservação, pois além de constituir mais de dois terços do total nacional da espécie e de se encontrar em expansão, distingue-se das restantes populações europeias por, ao contrário destas que nidificam em rochedos, nidificar quase exclusivamente em árvores. Esta particularidade comportamental permite-lhe colonizar habitats desprovidos de rochedos, o que não se verifica noutras regiões europeias, facto de especial importância para a conservação da espécie em Portugal. Por outro lado, estas mesmas preferências ecológicas parecem contribuir para um relativo isolamento demográfico em relação às restantes populações ibéricas.


O núcleo periurbano da região Oeste
De entre os núcleos nidificantes em Portugal, destaca-se o núcleo da região Oeste, estimado em 8 a 11 casais. A conservação deste núcleo, ainda pouco conhecido, reveste-se de redobrado interesse por sobreviver em ambientes altamente humanizados. As principais ameaças à sua conservação estão relacionadas com a intensa degradação do habitat que decorre da elevada presença humana e respetivas infraestruturas. Nenhum dos casais conhecidos ou prováveis ocorre dentro de áreas classificadas e apenas um nidifica no interior de uma área protegida, o Parque Natural de Sintra-Cascais. Refira-se ainda o casal residente na Tapada Nacional de Mafra, que goza de proteção no interior desta. Como tal, a quase totalidade da distribuição da população do Oeste não usufrui de qualquer estatuto de proteção.


Equipa
Rita Ferreira, Jorge Vicente e Manuel Cascalheira.

Contactos | Envie-nos as suas observações
Envie-nos as suas observações de águia-de-bonelli no Sul de Portugal, especialmente na região Oeste, para o endereço gtab.spea[arroba]gmail.com.

Links
- Projeto LIFE "Conservação de Populações Arborícolas de águia-de-bonelli em Portugal"
- Plano de Acção para a Conservação da População Arborícola de águia-de-bonelli em Portugal
- Manual de Boas Práticas Florestais e Cinegéticas - Conservação da águia-de-bonelli
- Equip de Biologia de la Conservació Àliga Perdiguera
- Plan de conservación del Águila Perdicera en Castilla y León
- Webcam del águila perdicera - Parc Natural del Garraf
- Plan National d'Action pour l'Aigle de Bonelli


Nota: substitua [arroba] por @
Fotos: Luís Quinta, Hugh Jansman







Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com