Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Novembro 2019
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.

Anzol+

Anzol+ – Inovação e transferência de conhecimentos entre cientistas e pescadores de anzol e pequenos palangreiros (MAR2020)

A pesca à linha (i.e; anzol e palangre) operada na zona marinha da Reserva da Biosfera das Berlengas, designada pela UNESCO, é uma atividade tradicional com forte enraizamento na comunidade piscatória de Peniche, sendo o pescado capturado por estas artes de pesca procurado pela sua grande qualidade. Em Portugal, estas artes correspondem a uma grande percentagem da atividade piscatória. Existindo, mesmo assim, várias dificuldades na gestão deste setor como na dificuldade da avaliação da sua atividade e do seu impacto nos stocks de pescado e espécies não-alvo. Sendo necessário a criação de um sistema de gestão apropriado de forma a fomentar a exploração sustentável dos recursos. Este sistema deverá incluir o envolvimento direto da comunidade piscatória, tendo esta um papel crucial no mar, de forma a criar um equilíbrio entre a preservação dos recursos e a sua exploração económica, tentando beneficiar ambas as partes. Também é urgente fomentar um aproveitamento dos recursos marinhos de forma sustentável e respeitadora do ambiente, da preservação dos ecossistemas e promovendo a implementação de medidas e boas práticas na captura e manipulação dos recursos marinhos o que leva a uma consequente valorização do pescado.
No seguimento dos esforços que a SPEA tem vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos para trabalhar em prol da conservação das aves marinhas e dos nossos mares, nomeadamente com os pescadores que operam na zona de Peniche e do Arquipélago das Berlengas, promovendo a gestão equilibrada destas pescarias, foi lançado o projeto Anzol+. Este projeto visa:
•    A certificação dos produtos de pesca capturados dentro da área da Reserva da Biosfera das Berlengas (UNESCO); (aplicável à pequena pesca e tendo em conta os critérios de sustentabilidade ambiental, económica e social);
•    Contribuir para a recolha de informação e monitorização dos recursos pesqueiros e desta pescaria;
•    Criar um “guia” sustentável para a respetiva pesca de forma a continuar a ser aplicado mesmo após o término do projeto
•    Sensibilizar a comunidade piscatória para a importância das parcerias entre pescadores e investigadores e fomentar a criação de uma rede de processos de certificação/valorização
•    Promover a capacitação e formação dos pescadores, sendo fundamental para atingir a sustentabilidade deste setor.

A promoção de uma pesca ambientalmente sustentável, eficiente em termos de recursos, inovadora, competitiva e baseada no conhecimento, pretendendo estimular a inovação, aumentar a consciência ambiental e potenciar mais e melhor o investimento no setor das pescas é um dos objetivos desejados do Anzol+

Como resultado deste projeto, espera-se obter a implementação e total operacionalização do Comité de Cogestão, dotando-o de ferramentas que permitam o sucesso da sua continuidade após o término do projeto.
Para ir acompanhando o desenvolvimento e notícias deste projeto, siga o Diário de Bordo.

Nome: Anzol+ – Inovação e transferência de conhecimentos entre cientistas e pescadores de anzol e pequenos palangreiros.
Financiamento total do projeto: 384.271,57 €
Financiamento solicitado: 384.271,57 €
Data de início do projeto: 01.05.2019
Duração do projeto em meses: 36 meses
Zonas beneficiárias: Oeste, Lisboa e Vale do Tejo





Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com