Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
1
2
3
4
5
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
28
29
30
31
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Notícias


Para o Atlas das Aves Nidificantes, todas as observações contam


Já começou a época de campo deste ano do III Atlas das Aves Nidificantes de Portugal. De 15 de março a 15 de julho, todas as observações contam – das contagens sistematizadas aos encontros casuais.

Enquanto fazia o pequeno-almoço, viu um casal de pardais a construir o ninho? A caminho do trabalho, reparou nos pombos machos no passeio a rodopiar perante as fêmeas? Enquanto esperava pelos miúdos à porta da escola, ouviu o canto melódico de um macho de toutinegra-de-barrete-preto? Uma insónia teve por banda sonora o piar de uma coruja-das-torres? Esses momentos podem ser contribuições para o conhecimento científico e a conservação das aves – basta registá-los para o Atlas das Aves Nidificantes de Portugal.

Os Atlas das Aves Nidificantes de Portugal são um levantamento completo da distribuição, abundância e estatuto reprodutor das aves em todo o território nacional. Esta enorme tarefa só é possível graças à dedicação de dezenas de voluntários que, todos os anos, registam as suas observações.

“Precisamos da ajuda de todos para chegar a cada recanto do país e obter um retrato completo das aves que se reproduzem no nosso país”, diz Pedro Cardia, coordenador do III Atlas das Aves Nidificantes de Portugal.

Para além das observações pontuais, os observadores mais experientes podem contribuir de forma mais sistemática para este projeto, realizando percursos em áreas pré-definidas, registando todas as aves que detetam e as evidências de que estão a reproduzir-se. Para transformar um dia no campo numa contribuição para a conservação das aves, basta preencher o formulário de inscrição para que lhe seja atribuída uma “quadrícula” de 10x10km.

Os trabalhos de campo do Atlas foram prolongados até 2020, para decorrerem em paralelo com os trabalhos de revisão da Lista Vermelha das Aves de Portugal, que decorrem de 2019 a 2021. A conjugação destes dois projetos vai permitir otimizar recursos: o financiamento obtido através do POSEUR para a revisão da Lista Vermelha será investido na monitorização das zonas do país menos frequentadas por voluntários e para as quais há menos informação, garantindo assim uma recolha de dados mais uniforme.

Partilhe as suas observações e ajude-nos a obter dados cruciais para informar e influenciar o futuro da conservação das aves a nível nacional e europeu!



Foto: RahulThanki (RSPB Images)
27 de março de 2019





Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com