Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
28
29
30
31
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Notícias


Resumo de mais uma época de campo do Atlas das Aves Nidificantes


Terminou a 15 de julho mais uma época de campo do III Atlas das Aves Nidificantes de Portugal, durante a qual a SPEA realizou visitas sistemáticas e não-sistemáticas a diversas quadrículas, dando prioridade a regiões com falta de cobertura por parte de observadores voluntários. Completámos 44 quadrículas em 12 regiões Atlas, o que representa por exemplo cerca de 27% das quadrículas dos Açores, 14% de Bragança Douro, 11% de Viana do Castelo e 10% de Castelo Branco. Para além da SPEA, o Laboratório de Ornitologia da Universidade de Évora (LabOr) e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) estiveram igualmente empenhados na realização de visitas sistemáticas e recolha de outros dados importantes para este Atlas.

Também fundamental para o sucesso deste projeto é a participação de voluntários no trabalho de campo, pelo que a organização do III Atlas das Aves Nidificantes agradece a todos os observadores pelo seu inestimável contributo. Ainda um especial agradecimento aos Responsáveis Regionais pelo seu empenho e aos Revisores Regionais do Portugal Aves eBird pelo trabalho acrescido na revisão de registos.

Este ano, em Portugal Continental, o esforço de muitas horas de contagens da equipa da SPEA resultou num total de 152 espécies detetadas, entre as quais algumas menos conspícuas, menos abundantes ou mais localizadas. Destas, destacamos as observações de taralhão-cinzento (Muscicapa striata) com nidificação confirmada por observação de um adulto a transportar comida e de um macho adulto de chasco-ruivo (Oenanthe hispanica) na região de Ponte de Sor; de um juvenil de garçote (Ixobrychus minutus) e dois machos de rouxinol-grande-dos-caniços (Acrocephalus arundinaceus) a cantar numa albufeira próxima a Alfândega-da-Fé; um macho de abetarda (Otis tarda) na zona de Almeida, podendo tratar-se de um indivíduo reprodutor ou de um adulto em dispersão pós-reprodução; e também de rabirruivo-de-testa-branca (Phoenicurus phoenicurus) detetado em várias quadrículas da região centro, por ser uma espécie de menor detetabilidade.

Este progresso só foi possível devido a um pequeno financiamento solicitado à Fundação MAVA, como forma de contribuir para o II Atlas Europeu das Aves Reprodutoras, o que permitiu a realização de trabalho de campo por uma equipa da SPEA e outra do LabOr.

Uma vez terminado o período de censos, chega a altura de inserir todas as observações na Plataforma PortugalAves/Ebird. Pedimos a todos os colaboradores a maior brevidade possível. Todos os dados deverão ser inseridos durante as próximas semanas, para que em setembro possamos actualizar os mapas de cobertura a nível nacional. Relembramos que todas as observações com referência a código de nidificação contam e são importantes como complemento às visitas sistemáticas que foram realizadas ou mesmo como forma de garantir dados para áreas não prospetadas. Saiba mais na página do Atlas

Foto: Chasco-ruivo © Faísca





Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com