duracao_icon Duração 1 Abril 2020 a 15 Junho 2020

local_icon Local Madeira, Açores, Portugal Continental

O Censo de Aves Comuns (CAC) é um programa de monitorização a longo prazo de aves comuns nidificantes e seus habitats, em Portugal. Os dados que obtemos são importantes indicadores para informar políticas de ordenamento do território e conservação de natureza. Por exemplo, o Índice de Aves Comuns foi utilizado como Indicador da Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável e o índice de Aves Comuns de Zonas Agrícolas é utilizado como indicador do Programa de Desenvolvimento Rural.

 

Em conjunto com dados de programas similares noutros países da Europa, os nossos dados estão a produzir indicadores para medir o progresso relativamente às metas estabelecidas pela Convenção sobre Diversidade Biológica e pela União Europeia de travar o declínio da biodiversidade.

 

Se possui alguns conhecimentos de identificação de aves, junte-se a nós!

 

Metodologia (resumo)

 

No primeiro ano em que cada quadrícula é monitorizada, antes de se realizarem censos de aves, deve ser feita uma visita inicial dedicada apenas ao reconhecimento da área e à seleção dos 20 pontos de escuta, que devem ficar distribuídos pelos diferentes habitats da quadrícula e estar distanciados pelo menos 1km entre si. Nesta visita à quadrícula é feito um primeiro registo (relativamente detalhado) do habitat de cada ponto.

 

Cada quadrícula deve ser visitada duas vezes por ano para realização de censos de aves. A primeira deve ter lugar em abril e a segunda em maio (nos Açores a época decorre 15 dias mais tarde), devendo assegurar-se um intervalo mínimo de 30 dias entre ambas.

 

A duração dos censos é de 5 minutos em cada ponto e cada visita sequencial aos 20 pontos tem de ser feita num só dia, mais concretamente entre o amanhecer e as 4 horas seguintes (devendo terminar aproximadamente às 11:00 na primeira visita e às 10:30 na segunda visita).

 

De ano para ano, os censos nas quadrículas devem ser feitos sempre nos mesmos pontos e respeitar a ordem definida inicialmente, sendo registadas todas as alterações que sejam detetadas no habitat.

 

Equipa de coordenação

 

Hany Alonso | Coordenador Nacional, Gestão & análise dados, Coordenador Regional Norte & Centro

Joaquim Teodósio | Apoio e supervisão da Coordenação

Guillaume Rethoré  | Coordenador Regional Sul

Cátia Gouveia  | Coordenadora Regional Madeira

Rúben Coelho | Coordenador Regional Açores

 

Apoios

 

Resultados

 

 

Metodologia do Censo de Aves Comuns

 

 

Fichas de registo para download: